Semana 36

Pode não parecer muito apetitoso, mas o bebê já ingeriu substâncias que circulam no liquido amniótico e está formando o mecônio, o cocô que você encontrará nas primeiras fraldas.

Com a hora do parto cada vez mais perto, é bom relembrar quais são os sinais de um trabalho de parto: contrações de um minuto a cada cinco minutos. Sinais para procurar o médico mesmo antes disso são: vazamento de liquido vaginal, sangramento, febre, dor de cabeça forte, dor abdominal constante, alteração da visão ou se o bebê estiver mexendo menos do que de costume.

A partir de agora, é provável que as consultas médicas aconteçam toda semana, sempre com medição da pressão arterial para afastar a possibilidade de uma pré-eclâmpsia.

É comum reter líquidos no último mês de gravidez, o que causa inchaço. A dica é descansar com os pés para cima para aliviar este incômodo.

O útero agora está mil vezes maior do que seu volume original. Incrível, né?